Psicologia Forense

O que é a Psicologia Forense?

A psicologia forense é um campo da psicologia que pretende dar resposta às questões científicas e práticas que o sistema de justiça coloca aos psicólogos que nele trabalham. Deve ser entendida como um campo interdisciplinar, cuja especificidade é a interface entre a psicologia e o direito.
As solicitações são cada vez mais frequentes e variadas e abrangem atividades de investigação, realização de estudos, consultoria, relatórios periciais, testemunhos periciais, avaliação psicológica forense (e.g., vítimas, ofensores, testemunhas) ou pareceres relativos a problemas surgidos em diversos momentos do processo judicial. O psicólogo forense deverá responder aos quesitos feitos pelo Tribunal, mas a sua área de intervenção não se limita apenas essas funções.
Apesar da relação direta com o Tribunal, muito do trabalho levado a cabo pelos psicólogos forenses dá-se em variados contextos, instituições ou locais, que vão desde centros de tratamento ou de reeducação para delinquentes, unidades de investigação do Ministério da Justiça, serviços de apoio à criança e à vítima, universidades, institutos, estabelecimentos de saúde mental, estabelecimentos prisionais ou outros.
 

Nota Biográfica dos Coordenadores

Fátima Alexandra Soares de Almeida é licenciada e mestre em Psicologia, com pré-especialização em Avaliação Psicológica, Aconselhamento e Reabilitação, pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra. É mestre em Medicina Legal e Ciências Forenses pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e doutoranda em Ciências Forenses pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.Atualmente, é diretora da Peritia (Revista Portuguesa de Psicologia), coordenadora e docente do curso Avançado de Psicologia Forense no Instituto de Educação e Cidadania e responsável pela área de psicologia no projeto ICATE. É investigadora na área do profiling e vitimologia forense e autora de várias obras e artigos científicos.

Laura Alho é doutorada em Psicologia pela Universidade de Aveiro, tendo realizado o seu trabalho de investigação científica em colaboração com o IBILI (Instituto de Imagem Biomédica e Ciências da Vida, FMUC) e com o Instituto Karolinska (Suécia). É mestre em Psicologia Forense, pós-graduada em Criminologia e tem várias formações profissionais no âmbito da psicologia forense (e.g., vitimologia, profiling criminal, psicologia da justiça), investigação criminal, desenvolvimento pessoal e recursos humanos. É atualmente professora auxiliar convidada na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, e no ISCTE-IUL. Colabora em pós-graduações em instituições nacionais. A sua linha de investigação é a psicologia do testemunho, incidindo particularmente no testemunho olfativo, nas falsas memórias, nas entrevistas às testemunhas e nos perfis vitimológicos, contando com parcerias internacionais. Tem colaborado em vários projetos de investigação e possui vários itens de produção científica publicados (artigos, capítulos, livros). É ainda formadora certificada e palestrante em eventos científicos.

Mauro Paulino é Coordenador da Mind | Instituto de Psicologia Clínica e Forense. Psicólogo Forense Consultor do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, I.P.. Coordenador do Grupo de Trabalho da Ordem dos Psicólogos Portugueses – Intervenção do Psicólogo em Contexto de Violência Doméstica. Coordenador Clínico na Pelo Sonho – Cooperativa de Solidariedade Social. Mestre em Medicina Legal e Ciências Forenses pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa com investigação desenvolvida na área da violência conjugal. Pós-graduado em Consulta Psicológica, Psicoterapia e Neuropsicologia. Autor do livro "Abusadores Sexuais de Crianças: A Verdade Escondida” (Prime Books, 2009), cocoordenador da obra “Profiling, Vitimologia e Ciências Forenses – Perspetivas Atuais” (Pactor, 2ª edição, 2013) e do livro “A Criança no Processo de Adoção: Realidades, Desafios e Mudanças” (Prime Books, 2014), autor do livro “O Inimigo Em Casa: Dar Voz aos Silêncios da Violência Doméstica” (Prime Books, 2ª edição, 2014), coordenador da obra “Psicologia, Justiça e Ciências Forenses: Perspetivas Atuais (Pactor, 2014), autor do livro “Spousal Violence: Psychodynamics, Forensic Mental Health Issues and Research” (Elsevier, 2016) e autor do livro "Violência Doméstica: Identificar, Avaliar e Intervir" (Primebooks, 2016). Coordenador da Pós-graduação de Psicologia Forense da Universidade Autónoma de Lisboa. Docente convidado em várias universidades nacionais e internacionais.

         

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *