Enfermagem Forense

O que é a Enfermagem Forense?
Segundo a International Association of Forensic Nurses, a “Enfermagem Forense é a prática global da enfermagem, quando intercepta o sistema de saúde e o sistema legal”, resultando desta forma, num processo de simbiose entre a enfermagem e as ciências forenses.
A enfermagem forense dedica-se à investigação e interpretação clinica de lesões forenses no vivo ou no cadáver em resultado de maus tratos, abuso sexual e outras formas de violência em colaboração com o sistema judicial, podendo desta forma auxiliar também com o seu parecer no processo de investigação de uma morte (morte de causa violenta ou indeterminada).
Os enfermeiros de serviços de urgências ou de uma equipa de emergência médica são muitas vezes os primeiros a interagir com uma situação de crime, com as suas vítimas e muitas vezes inclusivamente com os seus autores e, por isso, devem estar devidamente preparados para lidar com tal situação, socorrendo devidamente mas tendo também especial cuidado em não adulterar ou perder possíveis vestígios quer no espólio, quer no próprio corpo das pessoas assistidas (vítimas ou autores de crimes), recolhendo-os e preservando-os devidamente. Um enfermeiro forense deve estar também apto para reconhecer e alertar sobre possíveis situações de crime.
(Autora Dra. Mónica Filipa da Silva Vilar)

Nota Biográfica dos Presidentes:

Enfermeiro Forense (Brevemente Disponível)

Mónica Filipa da Silva Vilar, licenciou-se em Ciências Forenses e Criminais pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde – Norte em 2010, possui uma especialização na área das Ciências Médico-Legais do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar e encontra-se atualmente a realizar a sua dissertação para obtenção do grau de Mestre em Medicina Legal também pelo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar.

         

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *