Biomecânica Forense


O que é a Biomecânica Forense?
A biomecânica aplica os conceitos da mecânica dos sólidos, resistência dos materiais e engenharia estrutural no campo dos materiais biológicos. Exemplos são a análise de tensões e deformações, mecânica da fadiga ou dano, que podem ser facilmente extensíveis – com as devidas adaptações – para casos de previsão de lesões do corpo humano.
No caso da biomecânica forense, pretende-se relacionar e inferir se determinadas forças mecânicas levam ao rompimento de regiões anatómicas do corpo humano e consequentes ferimentos que podem ser conducentes à morte ou invalidez da vítima. Tais relações de causa e consequência, utilizando critérios de lesão, fatores de risco e limites bem definidos, permitem deslindar questões complicadas que eventualmente aparecem em processos-crime.
Num contexto em que as questões legais não permitem os ensaios in vivo ou mesmo em cadáveres, o papel da simulação numérica assume especial relevo. O método dos elementos finitos tem sido especialmente bem-sucedido na simulação de casos biomecânicos. Modelos devidamente validados podem ser úteis não só como instrumento de ajuda a decisão em casos criminais, como também é uma ferramenta útil no desenvolvimento de dispositivos de segurança pessoal ou desenvolvimento de próteses.
O rápido desenvolvimento computacional das últimas décadas tem vindo a permitir a criação de modelos computacionais cada vez mais fidedignos. Todavia, há ainda um grande caminho a percorrer não só na modelação geométrica de partes do corpo humano, como também na modelação da resposta mecânicas dos diversos tecidos, fluidos e ossos que compõem o corpo humano, tendo em conta a sua variabilidade com o género e a idade. Finalmente, existem ainda uma grande complexidade na correta aplicação das condições de fronteira, sejam forças e outras cargas ou a própria interação entre as várias partes do corpo.
Em suma, é uma área do conhecimento com um grande grau de interdisciplinaridade, com grandes desafios a concretizar, mas com um tremendo potencial de aplicação pratica e científica.

Biomecânica Forense

Nota Biográfica do Presidente
Ricardo SousaRicardo Alves de Sousa nasceu em São Paulo, Brasil e é atualmente Professor Auxiliar no Departamento de Engenharia Mecânica na Universidade de Aveiro. Obteve a licenciatura e mestrado pela Universidade do Porto em 2000 e 2003 respectivamente, e o Doutoramento pela Universidade de Aveiro em 2006. Coordena a divisão de deformação plástica do grupo de investigação e desenvolvimento de software GRIDS. É autor de 3 patentes e mais de 50 artigos científicos com um H-index de 10. Foi distinguido em 2011 pela European Association of Material Forming (ESAFORM) com o prémio científico de carreira e em 2013 pela Associação Portuguesa da Cortiça (APCOR) com o prémio Inovação. Mais recentemente, em março de 2015, foi considerado o investigador do mês na Universidade de Aveiro.

         

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *